Melhores atividades físicas na infância

images2

  1. Qual a idade mínima para a prática de exercícios? Quais as atividades físicas mais indicadas na infância? Como elas devem ser feitas?A atividade física é desejável para o ser humano em todas as idades. Portanto, deve ser estimulada. O lactente deve ter liberdade para se mover de acordo com o seu nível de desenvolvimento.25--2--PiramideAtividadeFisicaA partir dos 6 meses já existem exercícios que estimulam o desenvolvimento; um cercado permite à criança observar o ambiente, brincar e se apoiar para ficar de pé.

A partir dos 10 meses a criança deve ter espaço para engatinhar e depois começar a andar com apoio; na criança de 1-3 anos, a atividade física deve ser estimulada.

No pré-escolar de 4 a 7 anos são atividades indicadas: andar, correr, pular, subir, nadar. Isso pode ser feito através de jogos que visam aperfeiçoar a coordenação motora.06_ginastica_kids_estudio_1286207116

Direcionar já para um esporte pode privar o desenvolvimento de certos grupos musculares. A atividade física desenvolve a força muscular, flexibilidade e resistência, aperfeiçoa a coordenação motora, estimula o metabolismo ósseo, aumenta a capacidade respiratória e cardíaca, melhora o humor e o apetite, mas previne a obesidade e, a longo prazo, diminui os riscos de hipertensão, diabetes e cardiopatias isquêmicas.images7

2. Em quais casos a atividade física não é recomendada para crianças? Existe contraindicação?

A princípio, não há contraindicação para a atividade física. É importante adaptar à etapa do desenvolvimento e às condições de cada criança, evitando os exercícios de força e aqueles que levam à hipertrofia da massa muscular, pois os músculos enrijecidos “opõem-se ao crescimento ósseo”.

A natação (excelente atividade física) pode não ser indicada, temporariamente, para crianças com rinite-sinusite crônica, por exemplo.images9

3. Qual é a diferença entre atividade física e esporte? 

Entende-se por esporte a atividade física que está associada à competição e visa resultados.

O esporte é importante na formação do caráter porque desenvolve a sociabilidade (função do conjunto), respeito às regras (limites), empenho (essencial para o sucesso) e o modo de lidar com a vitória e a derrota.

Por outro lado, acarreta riscos de lesões físicas (luxação, fratura, rompimento de ligamentos, entorses), desidratação (pelo calor) e sobrecarga psicológica (conflito emocional).20131116232704

Entre 8 e 11 anos já se pode indicar um esporte favorito sem dar ênfase no aspecto competitivo. Trata-se de uma associação de ginástica e jogos.images4

A partir dos 12 anos já se pode iniciar treinamento visando resultados.

É importante respeitar a maturidade biológica da criança e evitar sobrecarga nos exercícios. Cumpre advertir que nesta faixa etária existem grandes diferenças de maturação entre crianças da mesma idade. Por isso é preciso identificar o ritmo de crescimento e de maturidade pubertária não levando em conta apenas a idade cronológica (a idade óssea pode ser um dado de orientação).images20

4. Qual deve ser a participação dos pais em relação à prática da atividade física? 

Cabe aos pais estimular essa prática. Estimular não significa fazer cobranças excessivas as quais podem associar a ideia de derrota com fracasso, provocar aversão ao esporte quando adulto e até causar transtornos de caráter.

5. Quais os cuidados que os profissionais devem ter nas aulas?

Se aos pais cabe encorajar e estimular, ao técnico e professor cabe controlar a intensidade do treinamento levando em conta a idade adequada (individualizar e não se basear apenas na idade cronológica), o sexo, introdução gradativa, aumento gradual sem forçar, acompanhar o desenvolvimento, evitar cobrança excessiva de resultados.índice1

 

A criança deve ter o direito de não ser um campeão.images3

 

Atividade física programada deve ser idealmente realizada 5 vezes por semana, no mínimo 3 dias. Cerca de 150 minutos por semana, com orientação profissional.

Em alguns adolescentes maiores, a musculação poderia ser iniciada desde que com cargas baixas com muitas repetições para um bom condicionamento.

Cabe aos técnicos estimular uma alimentação adequada (orientada pelo médico) e advertir que os suplementos alimentares hoje tão em voga não tem eficácia comprovada e que os anabolizantes são prejudiciais à saúde.

O treinador deve aproveitar sua respeitada posição para doutrinar as crianças contra o fumo, bebida e drogas.

índice6. Qual é objetivo final da atividade física/esporte na criança?

O esporte pode e deve ser um aliado da saúde da criança.

Para isso é necessário que pais e técnicos se conscientizem que a criança não é um adulto em miniatura e que a meta é a manutenção da atividade física para toda a vida e não um “transitório pequeno grande atleta”.images6

O incentivo dos pais é imprescindível, o que não é absolutamente sinônimo de cobranças irrealistas. Pais, treinador e médico devem formar uma equipe para atingir o objetivo final: atitude correta em relação à atividade física para toda a vida no contexto de uma vida saudável.

images11

Idade Esporte na Criança X Idade
1-2-3 anos A atividade física deve ser iniciada o quanto antes
4-5-6-7 anos Correr, pular, gritar, andar, subir, cair são algumas das atividades indicadas Direcionar para um esporte pode privar o desenvolvimento de certos grupos musculares
8-9-10-11 anos Indicar um esporte favorito
Evitar competições para impedir o “conflito emocional”
12-13-14 anos Início de treinamento visando resultados
Respeitar a maturidade biológica da criança e evitar sobrecarga nos exercícios

criança-atividade-fisicaAtividades físicas na infância
http://www.sbp.com.br/show_item2.cfm?id_categoria=24&id_detalhe=1242&tipo_detalhe=s

9667d-DOC-CIENT-AtivFisica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.