Plantas ornamentais tóxicas

ABAAAgmBsAF-0
Muitas plantas ornamentais são tóxicas e podem ser encontradas em jardins, quintais, parques, vasos, praças e terrenos baldios.
Chapéu-de-Napoleão-2

Algumas dessas plantas são bastante conhecidas e bonitas. Mas quando colocadas na boca ou manipuladas podem causar graves intoxicações, principalmente em crianças.

As principais e mais conhecidas espécies dessas plantas são:

Família: Araceae
Comigo-Ninguém-Pode

CNP

Comigo ninguém pode

Nome científico: Dieffenbachia picta Schott.Plantas-Comigo-e1431722169570

Nome popular: aninga-do-Pará.

Tinhorão

caladium_bicolor img_20321_apa_20750_600

2 Tinhorão 20150930-caladium-2

Nome científico: Caladium bicolor Vent.
Nome popular: tajá, taiá, caládio.

Taioba-brava

img_1_32_4767 taioba-muito-atencao-na-hora-de-comer-2264-2

Nome científico: Colocasia antiquorum Schott.
Nome popular: cocó, taió, tajá.

Copo-de-leite

BXK9360_copo-de-leite-por-eliomar-ribeiro800zantedeschia_aethiopicaNome científico: Zantedeschia aethiopica Spreng.
Nome popular: copo-de-leite.

Partes tóxicas: todas as partes da planta.

Sintomatologia: a ingestão e o contato podem causar sensação de queimação, edema (inchaço) de lábios, boca e língua, náuseas, vômitos, diarreia, salivação abundante, dificuldade de engolir e asfixia. O contato com os olhos pode provocar irritação e lesão da córnea.

Família: Euphorbiaceae
Bico-de-papagaio

Bico papa 3 Bico papagaio 1 Bico papagaio 2

Nome científico: Euphorbia pulcherrima Willd.
Nome popular: rabo-de-arara, papagaio.

Coroa-de-Cristo

Coroa 2 crw3751-copy Coroa de Cristo Euphorbia_Milii_flowers coroa-de-cristo-7

Nome científico: Euphorbia milli L.
Nome popular: coroa-de-cristo.

Avelós

AVELÓS-foto-571x336 aveloz aveloz11

Nome científico: Euphorbia tirucalli L.
Nome popular: graveto-do-cão, figueira-do-diabo, dedo-dodiabo, pau-pelado, árvore de São Sebastião.

Partes tóxicas: todas as partes da planta.

Sintomatologia: a seiva leitosa causa lesão na pele e mucosas, edema (inchaço) de lábios, boca e língua, dor em queimação e coceira; o contato com olhos provoca irritação, lacrimejamento, edema (inchaço) das pálpebras e dificuldade de visão; a ingestão pode causar náuseas, vômitos e diarréia.

Mandioca-brava

download Mandioca Brava mandioca-brava-e-venvenosa Plantas-venenosas-Mandioca-Brava-1024x680

Nome científico: Manihot utilissima Pohl. (Manihot esculenta Cranz).
Nome popular: mandioca, maniva.

Partes tóxicas: raiz e folhas.

Sintomatologia: a ingestão pode causar cansaço, falta de ar, fraqueza, taquicardia, taquipneia, acidose metabólica, agitação, confusão mental, convulsão, coma e óbito.

Mamona

download (1) images (1) images Mamona

Nome científico: Ricinus communis L.
Nome popular: carrapateira, mamoneira, palma-de-cristo, carrapato.

Partes tóxicas: sementes.

Sintomatologia: a ingestão das sementes mastigadas causa náuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarréia mucosa e até sanguinolenta; nos casos mais graves pode ocorre convulsões, coma e óbito.

Família: Meliaceae
Cinamomo

10-sementes-cinamomo-melia-azedarach-outono-arvore-bonsai-931111-MLB20494371960_112015-O cinamomo dsc06512 images (2)

Nome científico: Melia azedarach L.
Nome popular: jasmim-de-caiena, jasmim-de-cachorro, jasmim-de-soldado, árvore-santa, loureiro-grego, lírio-da-índia, Santa Bárbara.

Partes tóxicas: frutos e chá das folhas.

Sintomatologia: a ingestão pode causar aumento da salivação, áuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarréia intensa; em casos graves pode ocorrer depressão do  sistema nervoso central.

Família: Anacardiaceae
Aroeira

3aroeira aroeira__79264_zoom img_quais_os_beneficios_da_aroeira_17296_300

Nome científico: Litharae brasiliens March
Nome popular: pau-de-bugre, coração-de-bugre, aroeirinha preta, aroeira-do-mato, aroeira-brava.

Partes tóxicas: todas as partes da planta.

Sintomatologia: o contato ou, possivelmente, a proximidade provoca reação dérmica local (bolhas, vermelhidão e coceira), que persiste por vários dias; a ingestão pode provocar manifestações gastrointestinais.

Família: Solanaceae
Saia-branca

002 7f2e25f2586c2a0de8d731483c2af65c 042125167 saia-branca-beneficios-e-propriedades-dessa-planta-e-seu-cha

Nome científico: Datura suaveolens L.
Nome popular: trombeta, trombeta-de-anjo, trombeteira, cartucheira, zabumba.

Partes tóxicas: todas as partes da planta.

Sintomatologia: a ingestão pode provocar boca seca, pele seca, taquicardia, dilatação das pupilas, rubor da face, estado de agitação, alucinação, hipertemia; nos casos mais graves pode levar à morte.

Família: Urticaceae
Urtiga

DSCF6160 SAM_3286 urtiga urtiga2

Nome científico: Fleurya aestuans L.
Nome popular: urtiga-brava, urtigão, cansanção.

Partes tóxicas: pelos do caule e folhas.

Sintomatologia: o contato causa dor imediata devido ao efeito irritativo, com inflamação, vermelhidão cutânea, bolhas e coceira.

Família: Apocynaceae
Espirradeira

2 20150121153200 espirradeira

Nome científico: Nerium oleander L.
Nome popular: oleandro, louro rosa.

Chapéu-de-Napoleão

nozdaindiaxchapeudenapoleao
Nome científico: Thevetia peruviana Schum.
Nome popular: jorro-jorro, bolsa-de-pastor.

Partes tóxicas: todas as partes da planta.

ChapéuNapoleaoFev2015b

Sintomatologia: a ingestão ou contato com o látex pode causar dor em queimação na boca, salivação, náuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarreia, tonturas
e distúrbios cardíacos que podem levar a morte.

chapeus-de-napoleao

Existem outras plantas tóxicas no Brasil além das listadas nesta publicação.

Medidas Preventivas
  • Mantenha as plantas venenosas fora do alcance das crianças.
  • Conheça as plantas venenosas existentes em sua casa e arredores pelo nome e características.
  • Ensine as crianças a não colocar plantas na boca e não utilizá-las como brinquedos (fazer comidinhas, tirar leite, etc).
  • Não prepare remédios ou chás caseiros com plantas sem orientação médica.
  • Não coma folhas e raízes desconhecidas. Lembre-se que não há regras ou testes seguros para distinguir as plantas comestíveis das venenosas. Nem sempre o cozimento elimina a toxicidade da planta.
  • Tome cuidado ao podar as plantas que liberam látex provocando irritação na pele, principalmente nos olhos; evite deixar os galhos em qualquer local onde possam vir a ser manuseados por crianças; quando estiver lidando com plantas venenosas use luvas e lave bem as mãos após esta atividade.
  • Em caso de acidente, procure imediatamente orientação médica e guarde a planta para identificação.
Bibliografia

SINITOX/CICT/FIOCRUZ; CIT/PA – Belém; CIAVE/BA – Salvador; CCI/SP – São Paulo; CCI/SP – Campinas; CIAVE/MT – Cuiabá; CIT/RS – Porto Alegre. Plantas Tóxicas no Brasil. Julho, 2001 (cartaz e folder).

http://www.fiocruz.br/sinitox/

 

2 comentários em “Plantas ornamentais tóxicas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.