Campanha de vacinação (adiada para setembro) será menor

Esperada geralmente para o mês de agosto, a campanha nacional de vacinação contra a poliomielite será adiada e também passará por mudanças.

poliomielite-2-638

De 6 meses a 5 anos

Neste ano, a vacina passa a ser indicada apenas para crianças entre seis meses e cinco anos que não tenham tomado até agora todas as doses recomendadas para proteção.

slide_21

A ideia é incentivar a atualização da carteira de vacinação, sem fazer com que a vacina oral (“gotinha”) seja aplicada de forma indiscriminada para todas as crianças dessa faixa etária.

No final do inverno

Antes esperada para agosto, a campanha de mobilização para a vacinação também deve ocorrer a partir da segunda quinzena de setembro.

download

A avaliação é que as olimpíadas poderiam diminuir a adesão à vacina, além de demandar mais esforços da rede de saúde.

A verdade

No entanto a imprensa descobriu que o adiamento ocorreu por problemas de fornecimento e no cronograma do laboratório de Bio-Manguinhos, da Fiocruz, responsável pelas vacinas.

polio

Questionado, o laboratório nega falta de vacinas e diz que o adiamento ocorre devido a mudanças na produção das vacinas contra a pólio neste ano, conforme nova orientação da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Nota “oficial”

O Ministério da Saúde respondeu que as mudanças na campanha “não prejudicam a imunização da população”, uma vez que a poliomielite está erradicada no Brasil desde 1990 e que as doses necessárias para proteção estão garantidas.

slide_13

A vacina contra a pólio é aplicada em três doses injetáveis, no 2º, 4º e no 6º mês de vida do bebê. Em seguida, são indicadas duas doses de reforço da versão oral, a gotinha, aos 15 meses e aos 4 anos.

Poliomielite

Doses desnecessárias

Segundo especialistas da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), o modelo anterior da campanha fazia com que muitas crianças recebessem várias doses extras sem necessidade.

ADOLESCENTES

A campanha de vacinação também será voltada à atualização da vacinação de  crianças e adolescentes de 9 a 14 anos contra outras doenças –em caso de doses esquecidas ou a vencer.

Meninas, por exemplo, poderão receber a imunização contra o HPV, que protege contra câncer de colo de útero.

“É uma campanha de multivacinação. A novidade é que não será só para crianças, mas também para adolescentes, que é um público em que as taxas [de vacinação] baixam muito. Precisamos mudar essa cultura de que vacinação é só para crianças”, diz Renato Kfouri, da SBIm.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/07/1788394-vacinacao-contra-a-polio-e-adiada-e-adolescentes-poderao-tomar-dose.shtml

Veja o Calendário Vacinal 2016 (SBIm):

calend-crianca-sbim-2015-16-160608-16-spread

Site do Ministério da Saúde, mais uma vez, desatualizado.

Embora o calendário vacinal tenha sido alterado pelo Ministério da Saúde em 2016, sua página oficial continua desatualizada. Por exemplo, as informações sobre poliomielite são de 18/6/14.

Detalhes –  Criado em 18 Junho 2014

Vacinação

a-doena-poliomielite-vacinas-vip-e-vop-5-638

O Brasil adota em seu esquema vacinal básico a vacina antipólio oral (VPO – Sabin), no seguinte esquema: 1ª dose, aos 2 meses; 2ª dose, aos 4 meses; 3ª dose, aos 6 meses; reforço, aos 15 meses.

Quando dizer que a criança está imunizada

Entende-se por criança adequadamente vacinada aquela que recebeu três ou mais doses da vacina oral contra a Poliomielite, com um intervalo mínimo de 30 dias entre cada dose.

Em ambas as atividades (vacinação de rotina e campanhas), devem ser alcançadas coberturas vacinais altas (95%) em todos os municípios.

a13tab2

Esquema Sequencial VIP-VOP

Vacina Poliomielite 1,2 e 3 (atenuada) – VOP

Esquema:

Administrar duas doses, aos dois e quatro meses de idade, com intervalo de 60 dias. Em situação epidemiológica de risco, o intervalo mínimo pode ser de 30 dias entre elas.

Completar o esquema de vacinação com a vacina poliomielite 1,2 e 3 (atenuada)

VOP aos seis meses de idade

Este esquema sequencial está indicado para crianças até quatro anos e 11 meses e 29 dias

Dose: 0,5 ml, via intramuscular

Vacina Poliomielite 1, 2 e 3 (atenuada) – VOP

Esquema:

Administrar uma dose, aos seis meses de idade.

Reforço:

Administrar o primeiro reforço aos 15 meses de idade e o segundo reforço aos quatro anos de idade.

Dose: duas gotas, exclusivamente por via oral.

http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/leia-mais-o-ministerio/764-secretaria-svs/vigilancia-de-a-a-z/poliomielite-paralisia-flacida-aguda/13462-vacina-polio

Porque-devo-vacinar-o-meu-bebe1-e1431351791630

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.